quinta-feira, outubro 15, 2009

17 OUT, 15H, LARGO DE CAMÕES, STP 2012


quarta-feira, outubro 07, 2009

STOP PATOLOGIZAÇÃO TRANS 2012 - Lançamento Público em Lisboa:

Apoio da Embaixada de Israel ao Queer Lisboa

Caro(a)s amigo(a)s da Janela Indiscreta,

Após mais uma edição do QueerLisboa, que hoje termina, não podíamos deixar de vos enviar uma calorosa saudação pelo trabalho realizado e por, mais uma vez, terem feito deste Festival um acontecimento ímpar na visibilidade e afirmação da comunidade LGBT em Portugal.

Com o vosso trabalho, com a vossa dedicação, Lisboa tornou-se durante esta semana, uma cidade mais aberta, mais inclusiva e onde os direitos humanos são uma preocupação.


Mas da mesma forma solidária que valorizamos o trabalho feito ao longo de 13 edições do Festival, não poderíamos deixar de vos assinalar a nossa estranheza por terem optado por aceitar o apoio da Embaixada de Israel para a edição deste ano.

- Por existir uma campanha internacional de boicote, desinvestimento e sanções contra Israel, que inclui entre outras, as seguintes organizações:

“Queers Against Israeli Apartheid”, Toronto

“Queers Undermining Israeli Terrorism”

“International Jewish Anti-Zionist Network”

“Queer BDS (Boicott Desinvestment and Sanctions) activists from Israel”;

- Por ser a representação diplomática de um Estado que viola sistematicamente os direitos humanos dos palestinianos a viver nos territórios ocupados, como o comprovam todas as declarações das Nações Unidas e de ONG’s que trabalham no terreno;

- Por ser um Estado belicista numa política de ocupação e de extermínio;

- Por se tratar de um país que ergueu um muro à sua volta e que sujeita a população civil palestiniana à humilhação de controlos sistemáticos e intimidatóiros como aconteceu durante o mês do Ramadão em que a maioria da população muçulmana foi impedida de aceder aos locais de culto pelos soldados israelitas;

- Por ser a representação diplomática de um governo de extrema-direita, no qual diversos membros manifestaram a sua total falta de respeito pela população LGBT do seu país, onde grassa a mais violenta homofobia como ficou demonstrado pelos recentes homicídios no Centro Gay e Lésbico de Telavive

Porque ainda recentemente, mais um relatório, da comissão de inquérito de crimes de guerra das Nações Unidas, liderada pelo juiz Goldstone, publica o relatório sobre a ofensiva israelita contra Gaza em Janeiro passado. O relatório acusa Israel de crimes de guerra e crimes contra a humanidade: http://bit.ly/MkwjP Israel rejeitou o relatório, mas é esperado que este seja usado como base de processos no Tribunal Criminal Internacional em Haia.

Por tudo isto, consideramos errada a parceria do QueerLisboa 13 com a Embaixada de Israel em Portugal e contrária ao espírito e objectivos do Festival. Acreditamos que em edições futuras, possam reconsiderar esta atitude e tornar o QueerLisboa um acontecimento, sem ambiguidades na defesa do direitos humanos em todo o mundo e de coerência e solidariedade com os princípios elementares da igualdade de direitos e da solidariedade.


Pelas Panteras Rosa- Frente de Combate a LesBiGayTransfobia,

João Louçã

Sérgio Vitorino

quinta-feira, outubro 01, 2009

Lançamento de “Contos da Diferença” Tangas Lésbicas e UMAR


Lançamento de Livro Contos da Diferença (várias autoras)

2 de Outubro; 21h30; Velha-a-Branca

O livro Contos da Diferença, composto por 17 contos originais, é o resultado da proposta do Blog Tangas Lésbicas e do esforços de várias mulheres em introduzir no panorama literário português o erotismo lésbico. “As (suas) heroínas são, apesar disso, mulheres como as outras, com os mesmos anseios e sonhos, com as mesmas dificuldades e êxitos, são pessoas com quem nos cruzamos todos os dias e das quais pouco ou nada se sabe.” (prefácio)

A apresentação do livro será realizada pela Professora Luísa Saavedra (feminista; docente na Escola de Psicologia da Universidade do Minho). Tratando-se de uma actividade de apoio ao MPI – Movimento pela Igualdade contaremos também com a presença da Professora Francesca Rayner (MPI).

O serão contará ainda com a declamação de Helena Gonçalves (UMAR- Braga) e com a divulgação do Seminário Para Além do Arco-íris: Activismo LGBT e Feminista nos 40 anos de Stonewall.

Observatório Homofobia/Transfobia na Saúde @ Médicos Pela Escolha
DIVULGAÇÃO